Micro-entrevista com Paula García

/ federico

Apresenta-te em duas linhas

Olá! O meu nome é Paula García, sou de Almeria (Espanha), e dedico-me ao design gráfico e à ilustração.

Conta-nos sobre os teus gostos em duas linhas (cor, música, filme, comida...)

Quanto à música, eu prefiro o heavy metal. Também gosto de séries de TV, filmes e jogos videojogos. 90% da roupa no meu armário é preta. Não consigo escolher só uma comida... os canelones da minha Mãe e a pizza da minha sogra. : P

De onde vem a tua paixão pela arte?

Desde pequena comecei a desenhar, não tenho a certeza por que razão, mas o facto é que nunca parei. A minha mãe matriculou-me em aulas de pintura e eu participava em todos os concursos de desenho da minha escola.


Faz uma pergunta a ti própria e responde-a.

Tortilha de batatas, com ou sem cebola? SEM. Existem outros artistas que gostes de ver na Camaloon? Sim, eu adoro, e há tempo que sigo o trabalho de Jotaká e Louis Roskosch. Também admiro a Ana Seixas.


Como descreverias o teu estilo?
Acho que essa é a pergunta mais difícil que se pode fazer a um artista… haha. Suponho que tendo a simplificar ao máximo e dou bastante protagonismo à cor. As minhas obras costuma ter uma aparência um tanto infantil, embora o tema não seja. Qual é o teu artista favorito – famoso ou não? É muito difícil escolher apenas um e, de facto, de vez em quando vou descobrindo artistas que gosto muitíssimo através das redes sociais, mas pelo Louis Roskosch estou "apaixonadinha". : P


Fala-nos das tuas criações na Camaloon

Quem visitar a minha galeria irá notar que eu mais gosto principalmente de desenhar aquilo que o público costuma pedir, ou seja, personagens de séries famosas ou filmes. Como te sentiste quando acabou a série Breaking Bad? Bom e mal ao mesmo tempo… ahah. É triste terminar uma série na qual estás totalmente viciada e cuja história é espetacular, mas é certo que por muito sucesso que tivesse, não tinha sentido alongar mais, penso que fizeram muito bem acabar no momento certo.

Conte-nos um sobre si mesmo ou a sua anedota trabalho

Há algum tempo que o meu portátil anda um pouco irritado e quando a bateria está a acabar, não recebo qualquer aviso. Já mais do que uma vez comecei a desenhar, esqueci-me de clicar em "guadar", o portátil desligou-se e eu fiquei com cara boba a olhar para o ecrã durante alguns minutos. Nunca aprendo. : P

que é para ti a Camaloon?

Uma plataforma que apoia artistas, oferecendo alternativas em diferentes produtos de uso diário.

Último comentário?

Obrigado por me terem dado a oportunidade de que as pessoas saibam um pouco mais sobre mim. :)


Dá uma vista de olhos à galeria da Paula aqui.

comments powered by Disqus